sexta-feira, 16 de fevereiro de 2018

DAMAGEWAR - Dead Skin Devourer



Ano: 2018
Tipo: Extended Play (EP)
Selo: Independente
Nacional


Tracklist:

1. Dead Skin Devourer
2. God of Chaos
3. Necrozumbí


Banda:


JP Carvalho - Vocais
David Fulci - Guitarras
Maurício Cliff - Baixo


Ficha Técnica:

Damagewar - Produção
Rogério Oliveira - Mixagem, masterização
Kléber Hora - Guitarra solo em “God of Chaos”
Diego Nogueira Sábio - Vocais em “Necrozumbí”


Contatos:

Site Oficial:
Twitter:
Instagram:
Bandcamp:
Assessoria: http://www.metalmedia.com.br/damagewar/ (Metal Media)


Texto: Marcos Garcia


Alguns nomes pequenos dentro do cenário underground são, muitas vezes, mais promissores que gigantes cuja energia e vontade de fazer música em alto nível parece ter se apagado. Isso vem da energia da juventude de uma banda, justamente em um momento em que a renovação se faz necessária. E um nome muito bom dessa nova geração é o DAMAGEWAR, trio de São Paulo (SP) que acaba de liberar seu segundo trabalho, um EP digital chamado “Dead Skin Devourer”.

Rotular o trabalho da banda meramente como Death/Thrash Metal é ser muito simplista. Há muito da vibração HC, toques de Groove e mesmo algumas mínimas influências modernas aqui e ali. E sim, eles têm muita personalidade na abordagem de seu estilo, uma energia brutal e envolvente, com bons arranjos e uma música agressiva até os dentes, mas bem construída em termos de harmonias.

A banda fez uma boa produção em termos sonoros. Tudo soa bruto e opressivo, seja nos momentos mais velozes ou nos mais cadenciados, mas sempre com muito peso e também com enorme clareza. E como são ouvidos todos os detalhes, percebe-se que a banda escolheu uma timbragem muito boa, onde conseguem soar pesados, mas sem que o ouvinte perca a noção do que está sendo tocado.

O DAMAGEWAR veio para ser o pesadelo de muitos puritanos de várias vertentes, já que a única coisa que a banda respeita é a própria criatividade. Mesmo se classificando como Death/Thrash Metal e sendo um murro nos tímpanos de tanta agressividade, há influências diferenciadas em muitos pontos, logo, preparem-se.

“Dead Skin Devourer” é uma voadora direta e seca nos ouvidos, brutal e com aquelas levadas Thrashers das guitarras que empolgam, mas com alguns momentos mais extremos nos blast beats diretamente do Death Metal. Em “God of Chaos”, a velocidade dos andamentos cai um pouco, privilegiando o trabalho esmagador de baixo e bateria, além de um solo muito bem colocado. E o pesadelo que beira o Thrash/Crossover “Necrozumbí” é cheia de vocais ótimos, com timbres variados.

A banda faz um bom trabalho, mas é claro que eles podem ir ainda mais longe musicalmente. E o EP pode ser baixado de graça aqui: https://www.facebook.com/damagewar/photos/a.399942560146815.1073741828.380262282114843/989078147899917/?type=3

Por agora, os becos da Rua Augusta agradecem, pois o DAMAGEWAR é a mais nova gangue de sujeitos mau encarados do underground paulista!

Nota: 87%