quinta-feira, 10 de maio de 2018

LEATHER - II


Ano: 2018
Tipo: Full Length
Importado


Tracklist:

1. Juggernaut
2. The Outsider
3. Lost at Midnite
4. Black Smoke
5. The One
6. Annabelle
7. Hidden in the Dark
8. Sleep Deep
9. Let Me Kneel
10. American Woman
11. Give Me Reason


Banda:


Leather Leone - Vocais
Vinnie Tex - Guitarras
Marcel “Daemon” Ross - Guitarras
Thiago Velasquez - Baixo
Braulio Azambuja - Bateria


Ficha Técnica:

Rodrigo Scelza - Produção
Vinnie Tex - Produção
Stawek Wieslawski - Mixagem, masterização
Wojtek Wieslawski - Mixagem, masterização
Jobert Mello - Capa, artwork
Bruno Sá - Teclados em “Annabelle”
Queridões Gang - Backing Vocals


Contatos:

Assessoria:



Texto: Marcos Garcia


Quando falamos de mulheres no Metal, poucos se lembram de Leather Leone, conhecida por seus trabalhos com o CHAINSTAIN e SLEDGE HAMMER. Mas o que poucos sabem é que ela também é artista solo. E agora, após 29 anos, sob o nome LEATHER, ela lança “II”, seu segundo disco solo. E meus caros, que pedrada!

O mais puro Metal nos 80 pulsa nesse disco, e não é preciso dizer que a tônica é algo pesado e intenso, com excelentes melodias (daquelas que você ouve e não esquece mais), técnica instrumental apuradíssima (tudo muito bem tocado, com peso absurdo), e obviamente vocais excelentes (o tempo não parece passar para Leather, pois a voz dela está melhor que nunca). Óbvio que não soa original, mas tem uma personalidade enorme e é bem pessoal, com aquele jeitão de US Metal anos 80, onde peso, melodia, agressividade e técnica se fundiam para criar algo precioso. E “II” é uma gema preciosa, e um disco formidável.

A produção sonora ficou ótima. Sem dar muita trela para papos Old x New, a sonoridade é moderna, pesada e poderosa, com um impacto enorme. Mas ao mesmo tempo, preserva aspectos orgânicos importantes para que as músicas soem vivas. Além disso, a timbragem dos instrumentos ficou ótima, equilibrando peso, agressividade e melodias muito bem, sem perder a definição (algo precioso para discos desse estilo). E, além disso, que arte bem feita.

Se buscam inovações, não acreditamos que irá encontrar em “II”. Não é esse o objetivo, mas se busca um trabalho sonoro de primeira, e que transpira honestidade, é aqui mesmo que encontrará. Além disso, mesmo com toda a carga anos 80 que existe em “II”, existe modernidade, graças ao instrumental e ao vigor de Leather. Não se enganem: podem ouvir de ponta a ponta sem medo.

Existem 11 cacetadas certeiras te esperando nesse disco. Mas recomendamos lindezas como “Juggernaut” (uma faixa ponderosa, com guitarras faiscando riffs de primeira, duetos melodiosos e solos debulhantes, além de uma aula de Leather nos vocais e um refrão lindo), a pesada e pegajosa “The Outsider” (impossível não bater cabeça, e um trabalho rítmico sólido e pesado), a dose certa de melodias acessíveis que permeiam “Lost at Midnite” e “Black Smoke” (que backing vocals bem colocados), a balada pesada “Annabelle” (onde se percebe a versatilidade dos vocais), a paulada mais refreada em “Sleep Deep”, a aula de riffs dada em “American Woman”, e a levada mais tradicional (e com certo acento de Rock’n’Roll clássico) de “Give Me Reason”. E a versão japonesa ainda tem por bônus a versão Demo de “Black Smoke”.

Ah, uma curiosidade: a banda que gravou é toda de conhecidos músicos brasileiros, com passagens por PAINSIDE, STATIK MAJIK, REPUGNANT GORE e outros. Talvez por isso, exista certa versatilidade em alguns arranjos (o que não destoa a essência anos 80 do disco).

No mais, um disco para detonar pescoços, e Leather Leone merece respeito e esperamos que ela não suma mais, e que não tenhamos que esperar mais 29 anos pelo terceiro disco solo dela.

Nota: 95%