sexta-feira, 29 de junho de 2018

BLUYUS - #Rock


Ano: 2018
Tipo: Ful Length
Selo: Independente
Nacional


Tracklist:

1.      Asas
2.      Bússula
3.      De Pai Para Filho
4.      Jardim
5.      Luz
6.      Nada Mais
7.      Porto
8.      Promessas
9.      Razões do Coração
10.  Vento
11.  Todo Amor
12.  Velhos e Bons Tempos


Banda:


Alexandre Bluyus - Vocais, guitarras
Euclídes - Baixo
Ricardo - Bateria


Ficha Técnica:

Alexandre Bluyus - Produção
Fred Semensato - Mixagem
Estúdio PSP - Masterização
  

Contatos:


Texto: Marcos Garcia


O Rock ‘n’ Roll brasileiro vai muito além do que o grande público sequer imagina.

Longe dos nomes mais conhecidos do dito Rock Brasil dos anos 80 e seus seguidores, muita coisa boa foi feita por aqui. E ainda é, pois a criatividade musical não é volátil como o grande público brasileiro (que está mais preocupado em “estar na moda” como muitos do que estar satisfeito consigo mesmo). Uma prova é “#Rock”, disco de BLUYUS.

Pela ampla experiência do mentor do trio, o guitarrista/vocalista Alexandre Bluyus (que já passou por nomes como Scavenger, Gestalt, Other Dogs, entre outros), já se pode apostar que vem um disco muito bom por aí. E vem, pois aqui temos o mais puro Rock ‘n’ Roll com uma forte conotação comercial, ou seja, um trabalho musical com o jeito Rocker duro e direto, mas com melodias de fácil assimilação, ótimos refrões e boa dose de técnica e feeling. E é uma ótima opção para os ouvidos cansados do dia a dia de tanto lixo musical que somos forçados a consumir nas ruas e pela TV.

A produção é do próprio Alexandre, tendo Fred Semensato na mixagem e a masterização feita pelo Estúdio PSP. Fica óbvio que a opção é pela qualidade sonora mais simples e orgânica possível, sem exagerar em infinitas edições digitais. Tudo soa bem feito e orgânico, mas sem exageros. Tudo apenas para que possamos assimilar com mais facilidade e música do trio.

Sendo o segundo trabalho do BLUYUS, fica claro que a busca por algo que soe acessível, mas que seja Rock, que seja feito com energia e vontade. E mesmo sendo um músico de boa formação (Alexandre é formado pela Faculdade de Música Santa Cecília, pertencente à turma de graduados de 1997), se percebe que o ecleticismo mezzo Rock, mezzo Blues, e com boa fluência no Pop bem feito, funciona muito bem.

Das 12 canções de “#Rock”, se destacam o jeitão intimista com um toque de Blues e certo swing de “Asas” (reparem no uso bem pensando no wah-wah em vários momentos), a força acessível e envolvente de “Bússula”, o intimismo suave e tocante de “De Pai Para Filho” e “Jardim” (ambas com boas conduções de ritmo, ou seja, com baixo e bateria fazendo um bom trabalho), o toque distorcido que se encaixa perfeitamente nas melodias de “Promessas”, e a rocker e cheia de energia “Velhos e Bons Tempos”.

Ou seja, “#Rock” é um disco delicioso de se ouvir. Ouçam e aproveitem!

Nota: 84%